A demanda dos grupos de educação por conteúdo virtual tem obrigado as editoras…

 

Livros on-demand

Jornal do Comércio – 08/02/2016

A demanda dos grupos de educação por conteúdo virtual tem obrigado as editoras de livros didáticos a repensar seu modelo de negócios. Para sobreviver, elas precisam adaptar os livros impressos para conteúdo digital. Mais do que um e-book, elas são cobradas para desenvolver materiais interativos e abastecer dispositivos tecnológicos, até mesmo os recém-chegados ao mercado, como os óculos de realidade virtual.

O grupo espanhol Santillana, dono no Brasil da editora Moderna, de materiais didáticos, lançou, no fim do ano passado, um serviço de conteúdo “on demand” para as escolas, batizado de “Smartlab”. “É uma solução ‘à la Netflix’, que fornece títulos complementares ao livro didático produzidos por diferentes parceiros nacionais e internacionais e renovados periodicamente”, explica Robson Lisboa, diretor de novos negócios do grupo Santillana.